Água tratada e com regularidade. Esse será o novo cenário para mais de 60 famílias que residem no Loteamento Júlio Soares, no bairro Angelim IV, zona Sul da capital. A Águas de Teresina conclui na próxima semana a obra para implantação de mais de 2km de rede para abastecimento de imóveis que ainda não contavam com ligações padronizadas. Além de atender a essas famílias, a obra irá possibilitar ainda a distribuição de forma otimizada e sem desperdício de água tratada.

Para o autônomo Ronildo Lúcio da Silva, que há dois anos reside no local, a implantação da rede regular de água irá refletir de forma significativa no cotidiano da família. “Trabalho fazendo transporte e hospedagem de pessoas que vêm do interior para consultas na capital e sempre é muito difícil na hora do banho, por exemplo. A gente tem que ficar levando nos baldes. Aqui nunca teve a rede de água, só os mangueirões. Já estou ansioso para ter água na minha casa”, relatou.

A dona de casa Cristiane da Silva, também não vê a hora de aposentar o balde e as caminhadas que faz para pegar água. “Desde que a obra começou eu já vi que algumas ruas o pessoal já diz que a água está chegando forte, boa. Não vejo a hora de acontecer a mesma coisa na minha casa, porque é muito difícil fazer as atividades sem água”, contou.

Esta obra, entre outras ações como modernização da Estação de Tratamento de água Sul (ETA-Sul), perfuração e ativação de poços tubulares profundos, instalação de booster – unidades de bombeamento, setorizações e regularização do abastecimento em áreas que passaram por regularização fundiária, contemplam o planejamento da Águas de Teresina para o próximo B-R-O Bró.

“Ao longo desses dois anos de trabalho estamos aprimorando o sistema de abastecimento e distribuição de forma que possamos passar não somente o B-R-O Bró, mas os demais meses do ano oferecendo um serviço de qualidade aos teresinenses”, ressalta Diego Dal Magro, diretor-executivo da Águas de Teresina.

Adutoras em obras

Com a meta de universalizar o abastecimento de água tratada em 2020, a Águas de Teresina iniciou no mês passado, a implantação de duas novas adutoras que ampliarão a capacidade de distribuição de água, sobretudo para as zonas Norte e Leste.

A primeira é a adutora Meio Norte, que sairá do Parque Brasil, na zona Norte até a região da Grande Pedra Mole, no extremo Leste da cidade. A nova tubulação terá 400 milímetros de diâmetro; 10 km de extensão com capacidade de vazão de 100 litros por segundo, beneficiando mais de 100 mil moradores da região.

Outra adutora trata-se da Centro Leste, que terá 3,6 km de extensão e capacidade de vazão de 240 litros por segundo. Parte dessa adutora, que possuirá 600 milímetros de diâmetro, fará a travessia na Ponte Juscelino Kubitschek, que liga as avenidas Frei Serafim e João XXIII. Serão diretamente beneficiados moradores dos bairros Fátima, Ininga, Noivos, Jockey, São Cristóvão, Horto e Planalto, o equivalente a mais de 69 mil teresinenses.

Nesse semestre, a concessionária também fará a ampliação da Estação de Tratamento de Água Norte (ETA-Norte), o que permitirá uma maior produção e distribuição de água tratada, especialmente para a região Meio Norte da capital.