Notícias

Ver notícia

O Dia Mundial da Saúde, celebrado em 7 de abril, foi estabelecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para alertar sobre hábitos e condutas que favorecem o bem-estar das pessoas. Em Teresina, a data tem um significado especial, pois a cidade avança nos indicadores de saneamento básico, que refletem diretamente na saúde de toda a população.

O último Ranking Nacional de Saneamento emitido pelo Instituto Trata Brasil apontou um avanço de quatro posições da capital piauiense em comparação à edição de 2022. O salto reflete os resultados dos investimentos realizados pela concessionária Águas de Teresina no que diz respeito ao abastecimento de água regular em toda a zona urbana e o aumento na cobertura de coleta e tratamento de esgoto.

Para Luzia Marinho, que mora na Vila Cristalina, a conquista de ter água tratada todos os dias na torneira é um sonho. “No início aqui da vila, a gente precisava carregar baldes na cabeça para lavar louça, roupa, banhar os filhos, que eram pequenos. Hoje estou vivendo um sonho. Amanhecer o dia e já ter água de qualidade na minha torneira, encher minha jarra para beber, é uma verdadeira bênção”, declarou a dona de casa.

Estudos da Organização das Nações Unidas (ONU), apontam que 10% das doenças registradas ao redor do mundo poderiam ser evitadas com investimentos em saneamento básico. Em Teresina, dados da Fundação Municipal de Saúde (FMS) destacam que, entre 2017 e 2021, o número de internações hospitalares provocadas por diarreia reduziu em cerca de 68%.

“O acesso ao saneamento é um fator importante para a população, sobretudo no que se refere à saúde. A Águas de Teresina chegou na cidade em 2017 e transformou a realidade do abastecimento na capital, colocando água de qualidade na torneira das casas das pessoas todos os dias. Além disso, a empresa dedica esforços contínuos para acabar com a realidade dos esgotos a céu aberto que ainda persiste no cenário da cidade”, destaca Jacy Prado, presidente da concessionária.

Em maio, a empresa iniciará um pacote de investimentos que irá triplicar o índice de esgotamento sanitário desde o início da concessão, fazendo a cidade chegar a 59% de cobertura até o final de 2024. “Os investimentos envolvem implantação de rede coletora e estações elevatórias de esgoto, além da ampliação da estação de tratamento de esgoto ETE Pirajá, que ao final vão contribuir diretamente na saúde das pessoas”, pontua o diretor-executivo da empresa, Renee Chaveiro.

Compartilhar:

Veja Também

Quem Somos Saiba mais
Quem Somos

A Águas de Teresina é responsável pelos serviços de abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto de Teresina.

Legislação e Tarifas Saiba mais
Legislação e Tarifas

Os serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário implicam em custos e investimentos permanentes.

Política de Sustentabilidade Saiba mais
Política de Sustentabilidade

Respeito ao meio ambiente e as pessoas, contribuindo para qualidade de vida e saúde da população onde atuamos.

Contato Saiba mais
Contato

A Águas de Teresina oferece um canal de comunicação eficiente. Entre em contato conosco.