Notícias

Ver notícia

A cidade de Teresina segue com obras transformadoras na área do saneamento básico, com canteiros nos bairros Parque Alvorada, Pirajá, Cabral, Vale do Gavião e Itararé. A meta da Águas de Teresina é alcançar 59% de cobertura de coleta e tratamento de esgoto até o final do próximo ano, com uma total de R$ 300 milhões de investimentos, colocando a capital em destaque na região Nordeste. Atualmente, cerca de 370 mil moradores contam com acesso ao esgotamento sanitário na zona urbana da cidade.

No Parque Alvorada, a concessionária implanta a rede de esgoto na avenida Barão de Campo Maior com as ruas Canindé e João Henrique Rebelo. No Pirajá, as obras estão concentradas na Estação de Tratamento de Esgoto Pirajá, com escavações e concretagem para elevar a capacidade de tratamento para 260 litros de esgoto por segundo. No Cabral, as obras de rede coletora e ligações de esgoto acontecem na rua Juca Trindade. No Vale do Gavião, a empresa faz a repavimentação de blocos nas quadras A e B. Já no Itararé, além de rede coletora, as equipes realizam repavimentação de blocos e asfalto na avenida São Francisco e na rua José Evangelista Coelho.

Em paralelo às obras, a concessionária realiza visitas porta a porta com agentes socioambientais para conversar com os moradores sobre a importância da conexão dos imóveis à rede de esgoto que está sendo implantada na cidade. Esta semana, os colaboradores da Águas de Teresina visitam as residências dos bairros Lourival Parente, Ilhotas e Centro, levando informações sobre os benefícios do esgotamento sanitário para a saúde de todos. Ainda como forma de se aproximar das comunidades, a equipe de Responsabilidade Social da empresa mantém um programa de visitas às lideranças comunitárias, que nesta semana estará nos bairros Cabral, Pirajá e Parque Alvorada.

Investimentos em esgotamento sanitário
O pacote de investimentos da Águas de Teresina terá forte impacto na saúde pública da capital e envolve a implantação de 220 km de rede coletora de esgoto, 3,3 km de interceptores, 23 novas Estações Elevatórias de Esgoto e 7,1 km de linhas de recalque. Além disso, a Estação de Tratamento de Esgoto – ETE Pirajá terá sua capacidade ampliada, passando de 150 l/s para 260 l/s. As obras acontecem em etapas para minimizar os impactos na mobilidade urbana.

Compartilhar:

Veja Também

Esgotamento Sanitário Saiba mais
Esgotamento Sanitário

A Águas de Teresina trabalha 24h por dia para ampliar e melhorar o saneamento da cidade.

Politica de Inv. Social Privado Saiba mais
Politica de Inv. Social Privado

Uma concessão é muito mais que um acordo com o poder público, é um compromisso com o lugar e com sua gente.

Quem Somos Saiba mais
Quem Somos

A Águas de Teresina é responsável pelos serviços de abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto de Teresina.

Água Saiba mais
Água

Antes de chegar às torneiras, a água percorre um longo caminho pelo sistema de abastecimento da Águas de Teresina.