Notícias

Ver notícia

Com o aumento da infraestrutura de esgoto na cidade de Teresina, cresce também a expectativa da população para a melhoria dos índices de saúde, qualidade de vida e preservação do Meio Ambiente, principalmente no que se refere aos rios Parnaíba e Poti.

José Francisco, que atua na pesca há mais de 20 anos acredita que, com a expansão das redes de esgoto, será possível melhorar a comercialização dos pescados, uma vez que a água mais limpa resulta em peixes mais saudáveis. “As pessoas, geralmente, preferem os peixes de criadouros, por conta do ambiente mais limpo. Mas com essas obras, que vão eliminar o despejo direto do esgoto no rio, podemos até melhorar o valor cobrado, pois teremos peixes mais saudáveis para comercializar”, afirma o pescador.

O descarte incorreto do lixo e o lançamento de esgoto direto sem o devido tratamento são fatores que provocam a poluição de rios como o Poti e Parnaíba. Uma ação que prejudica não só os ribeirinhos, mas todo o meio ambiente. A situação pode ser evitada por meio do avanço das obras de esgotamento sanitário. Com os atuais investimentos realizados pela Águas de Teresina, o índice de cobertura já chegou a 57%. De maio de 2023 a maio deste ano, já foram implantadas aproximadamente 145 km de rede coletora de esgoto, beneficiando quase 83 mil pessoas.

Atualmente, as obras estão sendo realizadas em dez bairros da cidade e na Estação de Tratamento de Esgoto Pirajá, que recebe obras que vão ampliar a sua capacidade de tratamento de 150 litros para 260 litros por segundo. Mesmo em obras, a estação de tratamento continua operando dentro da normalidade, permitindo que mensalmente mais de 304 milhões litros de esgoto, equivalentes a 122 piscinas olímpicas, sejam despejados de forma correta no rio Parnaíba. Com a finalização das obras, a proposta é elevar ainda mais esses números e impulsionar o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de Teresina com a geração de mais saúde, qualidade de vida e preservação ambiental.

Conexão dos imóveis contribui para a preservação ambiental

Os atuais índices de esgotamento sanitário mostram os benefícios que a cidade vem ganhando com a preservação ambiental e consequente melhoria dos rios. Para isso, é importante que em paralelo à implantação das obras de infraestrutura de esgoto, a população realize a conexão de seus imóveis à rede instalada nas ruas tão logo esteja disponível. Dessa forma, será possível coletar e tratar todo esgoto gerado dos imóveis teresinenses para devolver da forma correta aos rios.

“Hoje, Teresina conta com 26 Estações de Tratamento de Esgoto e 75 Estações Elevatórias de Esgoto. Uma infraestrutura que contribui para reduzir os índices de poluição presentes no esgoto e devolvê-lo tratado ao rio. Nosso principal papel, além de realizar obras para ampliar o esgotamento sanitário, é conscientizar a população sobre a importância da destinação correta do esgoto, pois precisamos garantir a sustentabilidade dos nossos rios para que as gerações futuras possam usufruir da natureza de maneira plena”, destaca Renee Chaveiro, diretor executivo da Águas de Teresina.

SERVIÇO

Cronograma de obras

São Pedro

Rua Porto: entre ruas Oeiras e Gilbués
Rua Barroso: entre Av. Gil Martins e Rua Piripiri
Rua Gilbués: entre ruas 21 de abril e Manoel da Paz

Cidade Nova

Ruas: Haiti, México e Canadá

Mocambinho

Setor A: quadras: 6 e 7.
Ruas: Marly Fernandes (entre quadras 44 e 45), Eng. Pedro de Alcântara Veloso (entre quadras 43 e 44), Comandante Tupinambá Barjud (entre quadras 42 e 43), Marceneiro Atualpa Pereira (entre quadras 40 e 41), Dep. Gomes Calado (entre quadras 35 e 36), Hernesto Emanuel (entre quadras 34 e 35)
Avenida: Prefeito Freitas Neto (entre quadras: 6 e 8, 8 e 9, 9 e 10)

Pio XII

Rua Treze de Maio: entre Av. Valter Alencar e Rua Climério Bento Gonçalves

São Francisco

Ruas: Santo Inácio, Santa Luzia, Joana D’Arc, Bárbara de Meneses

Pirajá

Ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto

Cronograma de atividades

Visitas com agentes socioambientais:

Centro, Vermelha, Macaúba, Mocambinho (setores A e E), São Pedro, Memorare, Buenos Aires, Cidade Nova, Aeroporto, Itaperu, Nova Brasília.

Reuniões com a comunidade:

Buenos Aires, Centro, Mocambinho (Setor A)

Compartilhar:

Veja Também

Politica de Inv. Social Privado Saiba mais
Politica de Inv. Social Privado

Uma concessão é muito mais que um acordo com o poder público, é um compromisso com o lugar e com sua gente.

Quem Somos Saiba mais
Quem Somos

A Águas de Teresina é responsável pelos serviços de abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto de Teresina.

Responsabilidade Social Saiba mais
Responsabilidade Social

A atuação social e ambientalmente responsável faz parte da nossa história e do nosso propósito.

Legislação e Tarifas Saiba mais
Legislação e Tarifas

Os serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário implicam em custos e investimentos permanentes.