Notícias

Ver notícia

Teresina aparece com destaque no Ranking do Saneamento 2024, do Instituto Trata Brasil, por reduzir praticamente pela metade as perdas de água potável. Entre as capitais brasileiras, apenas 20 cidades demonstraram diminuição de perdas, sendo que a capital do Piauí, onde a Águas de Teresina atua com abastecimento de água e esgotamento sanitário, conseguiu esse desempenho significativo, ao lado da cidade Boa Vista (RR).

“Os resultados positivos evidenciam os esforços realizados no controle das perdas de água ao longo desses quase 07 anos de atuação. Quando chegamos em Teresina, se perdiam 64,8% de água tratada. Hoje estamos com 31% de perdas, com a meta de reduzir para 25% até 2027”, destaca Renee Chaveiro, diretor executivo da Águas de Teresina. A redução alcançada equivale a 23 milhões de metros cúbicos de água que deixaram de ser desperdiçados em quase sete anos, ou seja, 9.200 piscinas olímpicas economizadas.

Entre as ações realizadas pela concessionária estão: a modernização dos sistemas de monitoramento; automação; troca de ramais; instalação de válvulas que reduzem e controlam a pressão na rede e setorização da distribuição, dividindo a rede em setores menores. “Temos o controle minucioso para cada bairro, cada região. Assim ficou mais fácil identificar onde estão as perdas”, revela Murilo Formiga, gerente de Operações.

Investimento por habitante
O Ranking do Trata Brasil também verificou os investimentos em saneamento nas capitais brasileiras, entre 2018 e 2022. Nesse período, o investimento médio anual por habitante em Teresina foi de R$ 163,08, sendo a segunda capital do Nordeste que mais investiu em termos per capita. Em 2023, com o avanço das obras de esgotamento sanitário, o valor subiu para R$ 208,51 por habitante.

A Águas de Teresina tem realizado investimentos que já ultrapassam R$ 1 bilhão. A empresa não apenas garantiu o acesso universal à água potável, mas também implementou novas infraestruturas de água e esgoto. A capital avança com robustos investimentos em esgotamento sanitário, cuja cobertura deve alcançar 59% dos moradores em 2024. Para isso, a empresa investe R$ 300 milhões em obras que beneficiarão 480 mil pessoas com a coleta e o tratamento de esgoto.

“Teresina tem recebido investimentos constantes em saneamento básico e os reflexos estão no avanço do acesso ao serviço de abastecimento de água e esgotamento sanitário. Contamos com o apoio da população para que conectem os imóveis à rede de esgotamento sanitário disponível. Assim, a cidade se desenvolve em saúde, preservação ambiental e valorização imobiliária, com benefícios diretos e indiretos para a qualidade de vida das pessoas”, destaca o presidente da Águas de Teresina, Jacy Prado.

Compartilhar:

Veja Também

Relatório da Água 2024 garante ao consumidor o direito à informação sobre a água distribuída na cidade Saiba mais
Relatório da Água 2024 garante ao consumidor o direito à informação sobre a água distribuída na cidade

Para celebrar o Dia do Consumidor, a Águas de Teresina realiza a divulgação do Relatório Anual de Qualidade da Água 2024. O documento ate...

Contato Saiba mais
Contato

A Águas de Teresina oferece um canal de comunicação eficiente. Entre em contato conosco.

Compliance Saiba mais
Compliance

O Programa de Compliance da Águas de Teresina promove uma cultura de integridade com base nos valores da Aegea.

Notícias Saiba mais
Notícias

Confira as últimas notícias da Águas de Teresina e saiba mais sobre abastecimento, obras, programas e projetos.