Notícias

Ver notícia

No mês em que se comemora o Dia Mundial da Água, Teresina celebra marcos históricos no que se refere ao abastecimento de água e consequente avanço no saneamento básico na capital. Desde 2020, a universalização do fornecimento de água é uma realidade na cidade, um feito alcançado através dos constantes investimentos e esforços significativos para melhorar e otimizar o abastecimento à população.

A Águas de Teresina, responsável pelos serviços de água e esgoto desde 2017, tem realizado investimentos de abastecimento de água que já ultrapassam R$ 1 bilhão. A empresa não apenas garantiu o acesso universal à água potável, mas também implementou melhorias cruciais em suas infraestruturas: extensões de rede; modernização e ampliação da Estação de Tratamento de Água – ETA Sul e construção da ETA Norte; construção de 24 novos sistemas de bombeamentos (booster), tendo como grandes entregas o do Dirceu e o Petrônio Portela (com aumento da capacidade de bombeamento para 1.450 m³/h e 2.700 m³/h, respectivamente); implantação de 16,4 km de adutoras e perfuração de 27 poços. Iniciativas que tiveram como resultado mais de 4,6 milhões de litros de água por hora.

O fim do desabastecimento crônico, especialmente durante o período conhecido como B-R-O BRÓ, representa uma vitória significativa para a cidade que substituiu a falta d’água por água tratada e de qualidade nas torneiras, tendo um impacto direto na saúde pública. A eliminação dos focos de proliferação do mosquito Aedes aegypti, anteriormente presentes em baldes com água devido à escassez, contribuiu para a redução de doenças causadas pelo vetor transmissor. De acordo com os últimos dados divulgados pela Fundação Municipal de Saúde – FMS, casos de dengue reduziram 66% e hospitalizações por chikungunya caíram 94%. As internações decorrentes de diarreia reduziram 68%, considerando as ocorrências em 2017 e 2021.

“Antes da chegada da Águas de Teresina, minha rotina era difícil por conta da falta constante de água. Era preciso ficar acordada altas horas da noite esperando a água fraca sair na torneira, para encher os baldes e tentar realizar alguma atividade no dia seguinte. Agora, a empresa melhorou muito o abastecimento, posso dormir tranquila à noite, porque pela manhã a água estará limpa e forte na minha casa”, afirma sorridente a dona de casa Francisca Maria, moradora do bairro Pedra Mole, zona Leste de Teresina.

A Águas de Teresina também demonstra um compromisso em atender às necessidades das comunidades mais vulneráveis da cidade, com iniciativas que identificam áreas carentes para a instalação de redes de abastecimento, melhorando as condições sanitárias daquele local. Através dessas ações, a empresa já regularizou o abastecimento em mais de 43 comunidades vulneráveis, beneficiando aproximadamente 50 mil famílias com água potável. Outro exemplo são os núcleos urbanos, regiões mais distantes da cidade e que hoje possuem o abastecimento de água regularizado, tendo ganhos não apenas na saúde, mas também em dignidade e cidadania. São aproximadamente, 18 mil moradores das regiões Boa Hora, Cerâmica Cil, Jordânia, Santa Helena, Tabocas, Torrões e Usina Santana atendidos pela Águas de Teresina.

“É válido reforçar que todas as áreas atendidas viviam em condições precárias, principalmente no que se refere ao fornecimento de água. Após a implantação das redes de abastecimento, foi possível melhorar a qualidade de vida das pessoas que também ganharam em saúde, com a redução dos índices de doenças por veiculação hídrica. Nosso trabalho levou esperança a esses teresinenses que conquistaram uma vida digna mediante a um direito essencial e indispensável à vida humana, que é a água”, destaca Renee Chaveiro, diretor executivo.

Enquanto a cidade celebra os avanços alcançados no abastecimento de água, a concessionária renova seu compromisso com robustos investimentos em esgotamento sanitário, que também já teve destaques nos índices de cobertura, saindo de 19%. Em 2017, para os atuais 52,5%. A meta é chegar aos 59% neste ano de 2024. Para isso, a empresa investe R$ 300 milhões de reais que beneficiará 480 mil pessoas com a coleta e o tratamento de esgoto.

“Enquanto celebramos nossos progressos neste Dia Mundial da Água, sabemos que mais precisa ser feito. Comprometemo-nos a continuar investindo na cidade para também universalizar os serviços de esgotamento sanitário e, assim, retirar os esgotos a céu aberto, trabalhando em parceria com nossa comunidade, que tem o papel importante na conexão do seu imóvel à rede instalada. Desta forma, será possível garantir um futuro sustentável para as gerações vindouras”, reforça Jacy Prado, presidente da Águas de Teresina.

Compartilhar:

Veja Também

Aplicativo PicPay é mais um recurso para clientes pagarem a conta de água Saiba mais
Aplicativo PicPay é mais um recurso para clientes pagarem a conta de água

Pelo app, os pagamentos à vista podem receber cashback de 40% do valor da fatura no primeiro pagamento Visando oferecer mais praticidade ...

Relatório da Água 2024 garante ao consumidor o direito à informação sobre a água distribuída na cidade Saiba mais
Relatório da Água 2024 garante ao consumidor o direito à informação sobre a água distribuída na cidade

Para celebrar o Dia do Consumidor, a Águas de Teresina realiza a divulgação do Relatório Anual de Qualidade da Água 2024. O documento ate...

Politica de Inv. Social Privado Saiba mais
Politica de Inv. Social Privado

Uma concessão é muito mais que um acordo com o poder público, é um compromisso com o lugar e com sua gente.

Água Saiba mais
Água

Antes de chegar às torneiras, a água percorre um longo caminho pelo sistema de abastecimento da Águas de Teresina.