Notícias

Ver notícia

O bairro Aeroporto é um dos contemplados na ampliação da rede de esgotamento sanitário na cidade. As obras já iniciaram e estão sendo implantadas as novas redes coletoras. Com as escavações, houve a necessidade de novas intervenções no trecho já interditado da Avenida Centenário, entre as ruas Território Fernando de Noronha e Gonçalves Lêdo. Com isso, a área permanecerá interditada até a próxima sexta-feira (22). A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) segue dando suporte no local.

Todo o trecho permanece sinalizado para melhor orientação a quem trafega pela região. “Tivemos um fato novo durante os trabalhos e houve a necessidade de prorrogar o prazo para que consigamos executar essa etapa da obra. Mas seguimos trabalhando com o compromisso de causar o menor impacto possível”, destaca Cassiano Costa, gerente de Engenharia da Águas de Teresina.

Com o avançar das obras nessa região da cidade, em alguns momentos, intervenções como essas são necessárias para viabilizar a execução do projeto. Os desconfortos são momentâneos, porém, os benefícios que as obras de esgotamento sanitário trazem para cidade são duradouros e refletem direta e significativamente na qualidade de vida e saúde das pessoas.

Orientações de percurso – Os motoristas devem considerar as seguintes orientações ao trafegar por essa região: quem irá transitar no sentido Norte-Sul deverá seguir na avenida Centenário até a rua Gonçalves Lêdo, onde irá fazer uma leve curva à esquerda, seguirá pela faixa contrária da avenida até a rua Território Fernando de Noronha e fará uma leve curva à direita para seguir o fluxo normal. Já o condutor que que irá transitar no sentido Sul-Norte, deverá fazer a conversão à direita na rua Território Fernando de Noronha, e uma nova conversão à esquerda na rua Coelho de Resende, de onde seguirá até reencontrar a avenida Centenário.

Até o momento já foram investidos R$ 15 milhões na ampliação da cobertura de esgotos na capital. A Estação Elevatória de Esgoto Aeroporto está com 60% dos trabalhos executados e a Estação Elevatória de Esgoto Castelo do Piauí está com 40%. Já foram implantados 2.600 metros de rede de recalque, o que representa 60% do total a ser executado. Ao longo de todo o contrato de subconcessão, a Águas de Teresina investirá o total de R$ 1,7 bilhão. Deste montante, 80% será para a ampliação do serviço de esgotamento.

Em quatro anos, Teresina já evoluiu sua cobertura de esgoto de 19% para 35,65%. A expectativa da empresa é encerrar o ano de 2021 com 40%.

Compartilhar:

Veja Também

Água Saiba mais
Água

Antes de chegar às torneiras, a água percorre um longo caminho pelo sistema de abastecimento da Águas de Teresina.

Legislação e Tarifas Saiba mais
Legislação e Tarifas

Os serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário implicam em custos e investimentos permanentes.

Responsabilidade Social Saiba mais
Responsabilidade Social

A atuação social e ambientalmente responsável faz parte da nossa história e do nosso propósito.

Notícias Saiba mais
Notícias

Confira as últimas notícias da Águas de Teresina e saiba mais sobre abastecimento, obras, programas e projetos.